terça-feira, 25 de Março de 2008

Segunda Pele: Camisola do FC Porto 1996/97

Inicio esta nova rubrica com a minha camisola do Porto preferida de sempre. Corria o ano de 1996 quando o Porto adoptou para a nova época que começava a belíssima camisola que as fotos ilustram. As razões para a minha predilecção baseiam-se no equilíbrio de todas as formas que compõem o conjunto. O azul das riscas e a sua largura agradam-se sobremaneira. Há uma perfeita simbiose entre a marca do equipamento, a colocação do emblema e a forma como foi anexado o patrocinador da altura. O escudo de Campeão Nacional também assentou muito bem nas mangas, embora actualmente goste de o ver na frente da camisola. O pormenor do colarinho é próprio da época com o tradicional botão, coisa que hoje rareia. Os designers da Adidas fizeram um óptimo trabalho e forneceram ao FC Porto uma camisola perfeita. Aliás, a Adidas, esteticamente, parece levar a melhor sobre a actual marca de equipamentos desportivos do Porto pois confeccionou muitos produtos bastante atractivos e de grande qualidade. Neste caso, o segredo para a produção duma camisola tão maravilhosa parece ter residido na simplicidade. Os criadores da Adidas souberam modernizar a camisola do Porto sem lhe retirar identidade. Recorde-se que esta camisola está associada ao primeiro Tricampeonato da História do FC Porto, oficialmente alcançado em Guimarães no dia 17 de Maio de 1997, com uma esclarecedora vitória: 0-4! Uma camisola linda que ainda tem a seu favor o facto de trazer excelentes memórias a todos aqueles que fazem da camisola do Porto a sua segunda pele.

5 comentários:

Anónimo disse...

Como Portista sinto desgosto por ter sido alterada a sagrada camisola azul e branca, como sempre a conheci e que era a principal imagem de marca. Que era única. Agora, com isto de todos os anos ser diferente,perdeu-se a antiga ligação e mais parece um clube diferente. Perguntava-me há dias um sobrinho, ainda pequeno, se o Porto que estava a ver, se era o mesmo que o ano passado fora campeão...

Armando Pinto
Felgueiras (sem ter nada a ver nem simpatizar com o nome conhecido... mas sim pela naturalidade e residência!)

Nicolau d'Almeida disse...

A mudança de equipamentos todas as épocas é um fenómeno global. Infelizmente, algumas vezes houve uma certa descaracterização do tradicional traje do Porto.

A publicidade é um outro facto que contribui para o desarranjo estético. Normalmente, não existe adaptação das marcas publicitárias relativamente à cor do equipamento do clube. A cor e tamanho do logótipo do actual patrocinador principal do Porto está perfeitamente desaquado ao azul e branco da camisola. Detesto aquela "coisa" estampada na nossa camisola.

Lembro que no ano passado um clube na Suécia, que não recordo o nome, tinha 15 patrocinadores estampados por toda a camisola! Devia ser uma autêntica aberração.

Naturalmente, e não podendo prescindir-se dessas mudanças anuais e da publicidade, espera-se, pelo menos, que haja o bom senso (e bom gosto) de se produzir equipamentos que mantenham a estética tradicional do Porto.

Cumprimentos, caro Armando Pinto.

Anónimo disse...

alguem me poderia dizer se estas camisolas ainda estão á venda?

joão disse...

também eu adoraria vestir camisolas antigas do fcp...

Anónimo disse...

Pessoalmente gosto muitíssimo mais das do final da década de 80... a de 87 por exemplo... é talvez a minha favorita